Aprendizado e didática

Se tornar expert em qualquer assunto em quatro atitudes

Você pode se tornar expert após um ano se dedicando a uma área do conhecimento, ou passar 10 anos estudando e nunca ser um expert em nada. Você não precisa fazer parte do segundo grupo. A partir de agora você vai aprender quatro atitudes chaves que te ensinarão como se tornar expert, quatro atitudes que são essenciais para ser um expert em qualquer assunto.

Atitude 1 para se tornar expert

David Ausubel, que foi considerado um dos maiores experts em psicologia educacional do mundo, autor do livro Educational Psychology: A Cognitive View, provou que existem dois tipos básicos de aprendizagem: A aprendizagem memorística e a aprendizagem significativa.

Aprendizagem memorística produz memória. Por outro lado, a aprendizagem significativa produz conhecimento. O que David Ausubel chamou de aprendizagem significativa, é o que nós chamamos de aprender de verdade aqui na Escola Expert.

Estudantes desmotivados a aprender e motivados apenas a obter diploma ou obter uma boa nota, inconscientemente adotam a aprendizagem memorística. Sem motivação não há aprendizado significativo.

Se você já começa a estudar com o desejo de apenas memorizar, não tem método de estudo que resolva isso. Você precisa estudar com a disposição de querer aprender. É por isso que antes de buscar um método de aprendizado, você precisa entender a sua motivação para estudar.

Estar motivado a aprender é essencial para se tornar um expert
Estar motivado a aprender é essencial para se tornar expert

É fator primordial estudar com interesse de aprender para vida, e não apenas estudar com o interesse de escrever na prova.

Se a pessoa não tem motivação para aprender, não importa a técnica de estudo que ela use, ela vai acabar apenas memorizando. Ninguém pode te ensinar nada se você não quiser aprender.

A atitude número 1 para aprender de verdade e se tornar expert é criar a motivação para aprender e não se contentar em apenas memorizar informações.

Atitude 2 para se tornar expert

Aprender de verdade vai além de entender e aceitar a informação. Para aprender de verdade é preciso questionar cada informação para compreender ela com profundidade.

Quando questionamos as informações querendo de fato aprender, nós começamos a perceber conexões que as pessoas que apenas aceitam a informação não percebem.

Questionar as informações desenvolve a compreensão e constrói experts. Por outro lado, aceitar as informações sem pensar por conta própria, apenas constrói pessoas instruídas.

Nós estamos na era conceitual, ninguém tem que estudar para decorar datas e fórmulas matemáticas mais. Isso é coisa da era da informação. Hoje, qualquer mecanismo de busca na internet te dá todas essas informações em segundos.

Você não tem que estudar para ser uma “enciclopédia ambulante”, que memoriza um tanto de fatos e informações, mas não tem expertise, não tem ideias para inovar, não sabe transformar essas informações em algo valioso.

O aluno que tem dúvidas aprende, aquele que só escreve o que memoriza, não.

Ler não é estudar

Ler é muito importante. Ir para a aula e escutar o seu professor é muito importante. Mas, se você acredita que ler muito e assistir a muitas aulas é o que te transforma em um expert em uma área do conhecimento, você pode estar cometendo um erro grave. Depois de cada leitura, depois de cada aula, você tem que parar e refletir sobre o que leu. É quando você examina as informações que você aprende.

O grande estudioso Jhon Lock já nos falou sobre isso. Nas palavras dele:

“Ler fornece a nossa mente um monte de informações. Pensar é o que torna essas informações o nosso conhecimento.”

Nós não aprendemos de verdade quando lemos um livro ou ouvimos um professor, e de pronto já acreditamos em tudo o que é dito sem nem refletir. Nós aprendemos de verdade quando lemos um livro e escutamos o professor, e analisamos a informação, questionamos ela com uma postura ativa, comparamos a nova informação com o conhecimento que nós já temos.

A dúvida faz parte do aprendizado. Aquele aluno que entende tudo de primeira e nunca tem dúvida, provavelmente não está aprendendo, está só memorizando, isso porque a dúvida aparece justamente quando questionamos a informação e não aceitamos ficar memorizando sem compreender.

Fique feliz quando as dúvidas surgem
Fique feliz quando as dúvidas surgem

Só tem dúvida quem questiona as informações que recebe. Só não tem dúvida quem aceita as informações para memorizar. Portanto, não pare de estudar quando estiver cheio de dúvidas. Pelo contrário, fique feliz com a dúvida, pois ter dúvida sobre um assunto novo significa que você está aprendendo.

Cuidado com aquele estudo de assimilar tudo e não ter dúvida sobre nada, pois se trata apenas de memorização, e como vimos no post O que é ser expert – A definição de expertise que todo profissional deveria conhecer, essa memorização não desenvolve a nossa expertise.

A atitude número 2 para aprender de verdade e se tornar expert é questionar o significado de cada informação absorvida em vez de apenas aceitar elas sem pensar.

Atitude 3 para se tornar expert

Para aprender de verdade e se tornar expert é preciso desenvolver nossa habilidade de usar o conhecimento de modo prático. Ou seja, usar o conhecimento para tomar uma decisão, para fazer uma análise, para resolver um problema, etc. Não adiantar reter informações, é preciso saber usá-las.

Um aluno que assiste um professor desenvolvendo uma análise, que entende a análise, mas não desenvolve a capacidade de fazer a sua própria análise, não está aprendendo de verdade.

Se tornar expert vai muito além de compreender um assunto lido em um livro ou escutado de um professor, e saber explica-lo. É preciso saber fazer. Aquele estudo que só fica no entendimento da teoria, mas não desenvolve nenhuma habilidade prática, é apenas aprendizagem memorística, ou seja, ninguém se torna um expert estudando assim.

No fundo, aprender uma habilidade corporal como andar de bicicleta, é análogo a aprender uma habilidade racional como resolver uma equação. Não adianta observar alguém fazendo, você precisa fazer você mesmo.

Se tornar expert
Torne-se um expert assim como se aprende a andar de bicicleta: praticando

Diante disso, quando você estiver estudando, é preciso treinar a aplicação do conhecimento, fazer exercícios é fundamental.

Se o seu professor é aquele que fica a aula inteira falando de teorias e mais teorias, conteúdo e mais conteúdo, e nunca tem uma prática, nunca tem um exercício, aproveite ao máximo o seu estudo em casa para praticar. Não continue a ficar só na teoria se a aula já foi toda assim. Ninguém se torna expert em nada ficando só na teoria e não praticando nunca.

Se você estuda como um autodidata usando um livro, não pule os exercícios. E se o seu livro não possui exercícios, crie você mesmo exercícios para praticar o que estudou.

Existem métodos e métodos

Um “método de estudo” que tem apenas técnicas para entender a teoria, não é um método de aprendizado, é um método de memorização. Ser um expert em qualquer assunto exige não ficar só na teoria.

Aristóteles já nos ensinou isso, tomando uma de suas frases mais famosas:

“É fazendo que se aprende aquilo que se deve aprender a fazer”.

A atitude número 3 para aprender de verdade e se tornar expert é fazer exercícios para aplicar o conhecimento em vez de ficar apenas no entendimento da teoria.

Atitude 4 para se tornar expert

Quando estudamos e realmente aprendemos um conteúdo, o aprendizado não fica só para usar na hora da prova, ele fica como um conhecimento que aplicamos na vida. Se tornar expert não é saber resolver problemas na hora da prova, é saber usar o conhecimento no mundo real.

Se não perceber isso, a pessoa pode cair no erro de pensar que aprendeu porque tirou uma boa nota na prova, mas quando precisar de usar aquele conhecimento na prática, acaba descobrindo que não aprendeu de verdade.

Não adianta compreender e fazer exercício no papel! Sem ter uma visão de como esse conhecimento está inserido no mundo real, seja para desenvolver uma pesquisa, tomar uma decisão ou realizar um trabalho. O valor do conhecimento está nos bons frutos que ele gera.

Se tornar expert
O expert não tem conhecimentos que servem somente como enfeites, o expert possui conhecimentos que geram frutos

Desse modo, quando você estiver estudando, analise como as informações teóricas passadas pelo professor ou pelo livro se aplicam na realidade do nosso mundo.

Mundo real e mundo teórico

Aplicar o conhecimento no mundo real não é tão simples como responder uma pergunta na hora da prova. Na hora da prova as questões estão prontas, com um espaço em branco esperando sua resposta, ou com alternativas para você escolher uma.

No mundo real, você vai ter que analisar a situação para descobrir qual é a questão por conta própria. Não adiantará escrever no papel nem esperar por uma apresentação de alternativas contendo uma alternativa certa.

Se tornar expert requer desenvolver a habilidade de observar as questões do mundo real e fornecer a resposta com uma atitude, com uma ação prática.

Além de usar seu conhecimento para descobrir as respostas, você deve usar seu conhecimento para descobrir as perguntas. Saia da teoria da sala de aula e busque aplicar o seu conhecimento na prática do mundo real.

Expertise e heutagogia

O projeto Escola Expert foi desenvolvido com base em uma ciência revolucionária sobre o aprendizado, totalmente diferente da pedagogia tradicional, a Heutagogia. Os pesquisadores Stewart Haste e Chris Kenyon, que são as maiores referências mundiais em heutagogia, apresentaram no artigo científico Heutagogy: A child of complexity theory a seguinte afirmação:

“Quando se aprende de verdade, a capacidade de agir pode ser repetida mesmo em situações desconhecidas, ou até imprevistas.”

Por isso, desenvolver essa visão de mundo real nos ajuda a perceber os limites de cada conhecimento. Entendemos assim o contexto onde cada informação pode ser ou não aplicável. Cada conhecimento possui suas limitações e condições para que seja válido. Um conhecimento pode ser válido diante de determinadas circunstâncias e não ser adequado na ausência dessas circunstâncias.

Se você estuda somente para fazer prova, você pode estar perdendo tempo criando memórias inúteis para sua vida profissional, em vez de criar um conhecimento que pode ser útil por toda a vida.

A atitude número 4 para aprender de verdade e se tornar expert é analisar o conhecimento para além do ambiente da prova e verificar a sua aplicabilidade no mundo real.

Conclusão

Ao contrário do que muita gente acredita, o tempo de estudo não é o fator mais importante para se tornar expert, e sim as atitudes que o estudante adota durante o estudo.

Assim, estudar para se tornar expert é bem diferente de estudar para se tornar instruído ou bem-informado. Desenvolver nossa expertise requer quatro atitudes essenciais:

  • Motivação para aprender;
  • Questionar as informações;
  • Treinar com exercícios;
  • Praticar no mundo real.

Portanto, mantenha essas atitudes em mente no momento de estudo e você estará no caminho certo para se tornar expert.

Questão para refletir: Você acredita que tem aplicado essas quatro atitudes na sua rotina de estudo?

Anderson Ferreira

Anderson Ferreira é engenheiro mecânico pela PUC Minas, MBA em gestão de projetos pela USP, certificado como PMP pelo Project Management Institute, Mestre em Engenharia pela UFMG e certificado PMO-CP pela PMO Global Alliance. Anderson ama a gestão de projetos e engenharia, e acredita que unindo esses dois conhecimentos podemos construir um Brasil cada vez melhor.

One thought on “Se tornar expert em qualquer assunto em quatro atitudes

Deixe uma resposta ou um comentário!