Princípios de gestão de projetos

Conceitos básicos de gestão de projetos para engenheiros

Para aprender a gerenciar projetos de engenharia, é necessário dominar os conceitos básicos de gestão de projetos.

O que é gestão de projetos?

É triste, mas a maior parte dos engenheiros não sabe o que significa a palavra projeto. Isso é muitas vezes revelado com a pergunta: Qual a tradução da palavra Design?

A resposta não é desenho.

Isso nos mostra que em português, temos uma mesma palavra para representar duas coisas totalmente diferentes e são usadas no mesmo contexto. O que aumenta ainda mais a importância de saber diferenciá-las.

  • Design é traduzido como projeto.
  • Project é traduzido como projeto.

O projeto Design é um conjunto de especificação técnica para como construir algo, em geral, faz parte dessa especificação técnica um desenho técnico.

O projeto Project é o empreendimento único para entregar um resultado e que é temporal (que se tem o objetivo de que seja concluído).

A palavra “desenho” em inglês é “drawing”.

Exemplos de projetos de engenharia:

  • Construção de uma planta industrial (uma fábrica de papel e celulose)
  • Implantação de uma usina de incineração
  • Construção de um prédio, estrada, viaduto
  • Concepção do design de um novo produto inovador (elevador de escadas)

Dessa forma, gestão de projeto de engenharia é o trabalho técnico e administrativo que se realizada para que um projeto de engenharia seja concluído com sucesso.

O maior instituto mundial que cria normas e certifica profissionais para trabalhar com gestão de projetos é o PMI (Project Management Institute). Saiba mais sobre ele clicando aqui.

Inclusive, a certificação profissional para projetos de engenharia mais valiosa no mercado atualmente é a certificação PMP, que é concedida para profissionais que são avaliados por meio de experiência prática e prova teórica pelo PMI, que decide quem pode obter a certificação. Saiba mais sobre essa certificação clicando aqui.

Portfólio, Projetos e Operações

Importante mostrar que as operações não são projetos. Operações são trabalhos com características de rotina e que não possuem o desejo que se encerrarem a cada ciclo. Deseja-se que sejam repetidos.

Exemplos de operações rotineiras na engenharia:

  • Produção de carros (linha de produção de veículos)
  • Operação diária de uma usina de incineração
  • Linha de fabricação de elevadores de escada

Evidentemente, a concepção inicial de uma linha de produção é um projeto. A sua operação, não.

E portfólio é o conjunto total de operações e projetos que uma empresa realiza. Realizar a gestão do portfólio inclui avaliar, do ponto de vista estratégico, quais projetos e quais operações serão realizadas, e quais projetos e quais operações não serão realizados.

Portfólio, operações e projetos se interagem, em geral, a gestão de portfólio termina e dá início a gestão do projeto, e, ao ser concluída a gestão do projeto, se tem início a uma operação. O exemplo na figura abaixo ilustra isso.

Fronteiras da gestão de projeto
Fronteiras da gestão de projeto

Mas isso é em geral, 1001 exceções se aplicam a essa regra de modo que, a regra verdadeira é que portfólio, operações e projetos estão acontecendo ao mesmo momento em uma empresa de engenharia.

E por que criar esses termos (Portfólio, operação e projeto)? Porque são trabalhos diferentes!

Se você aplicar as técnicas e ferramentas de gestão de projetos para gerenciar uma operação ou gerenciar um portfólio, você irá fracassar. Portfólio, Operações e Projetos possuem técnicas e metodologias de gestão diferentes pois são trabalhos de natureza muito diferentes.

Três normas diferentes para três trabalhos diferentes.

Além disso, projetos podem ser organizados em programas.

Programas são o agrupamento de projetos que possuem interdependência, isso,  é, quando não adianta ter a conclusão bem-sucedida de um projeto e o outro projeto fracassar. O fracasso de um projeto representa o fracasso do objetivo de outro projeto.

Também existe uma norma para gerenciar programas, essa aqui.

O vídeo abaixo apresenta um trabalho de uma linha de produção industrial, ou seja, um trabalho que é cuidado pela gestão operacional.

Abordagens de gestão do projeto conforme ciclo de vida

O ciclo de vida de um projeto é a sequência de fases pelas quais o projeto passa do seu início até a sua conclusão. A gestão do projeto pode seguir as abordagens:

  • Abordagem preditiva (também chamada de abordagem cascata)
  • Abordagem adaptativa (também chamada de abordagem ágil)

Ciclo de vida preditivo

A abordagem preditiva consiste em (como o nome indica), predizer em um plano o que irá ser executado, antes de iniciar a execução. Isso significa que, idealmente, o plano do projeto é completamente concluído e aprovado antes das atividades de execução começarem a ser realizadas.

Características dos projetos que se encaixam bem com a abordagem preditiva:

  • Escopo fixo
  • Custo de desfazer o erro elevado
  • Entregas isoladas não agregam valor para o usuário

A imagem abaixo ilustra o ciclo de vida dos projetos de Plataformas de Elevação da IESAB Engenharia de Elevação, que são do tipo preditivo. A imagem abaixo diferencia as duas abordagens (preditiva e ágil).

Comparação abordagem preditiva e abordagem ágil
Comparação abordagem preditiva e abordagem ágil

Ciclo de vida adaptativo (ou ágil)

O coração da abordagem ágil envolve priorizar a velocidade com aceitação de erros e a eliminação de desperdício. Qualquer esforço redundante e que não entrega valor para as pessoas envolvidas (equipe, cliente, patrocinador, etc.) deve ser eliminado do projeto.

É uma abordagem em que não é preciso concluir o planejamento do projeto para se iniciar a execução. Apenas o plano dos próximos passos é realizado de modo completo, e uma visão bem geral dos demais passos para a conclusão do projeto.

Características dos projetos que se encaixam bem com a abordagem ágil:

  • Escopo dinâmico
  • Custo de correção muitas vezes é acessível (fail fast learn faster)
  • Entregas frequentes agregam valor para o cliente

Os projetos de Desenvolvimento De Games Da Empresa Valt, são gerenciados com a abordagem ágil, enviando versões com erros denominadas de versão Beta.

Importante não confundir erro com defeito, como no caso do vídeo abaixo.

Existem projetos que combinam características que são mais bem gerenciadas por uma abordagem preditiva e outros características que são mais bem gerenciadas por uma abordagem ágil. Para esses projetos, o gerente de projeto pode criar uma abordagem híbrida. Isso é, ele pode combinar um ciclo de vida com ações de gestão que mesclam a abordagem ágil e a abordagem preditiva.

Existem outras abordagens: ciclos de vida iterativo e ciclo de vida incrementais. Que são meios termos entre os exemplos preditiva e ágil.

Métodos de gestão de projetos

Não confunda os métodos de gestão de projetos com as abordagens de gestão de projetos.

Para a abordagem preditiva, os métodos mais conhecidos são:

  • Front-End Loading (FEL)
  • Prince 2
  • DMAIC (Lean 6 Sigma)

Para a abordagem ágil, os métodos mais conhecidos são:

  • Scrum
  • Kanbam
  • Scrumban
  • XP
  • Crystal
  • FDD
  • DSDM
  • AUP

Conclusão

Os conceitos apresentados são a base para começar a aprender a gerenciar um projeto. Tomando o nosso foco em projetos de engenharia, você já deve ter percebido que, na maior parte das vezes, projetos de engenharia e de infraestrutura em geral são mais bem gerenciados pela abordagem preditiva.

Mas, ao estudar mais sobre o assunto, você descobrirá que existem técnicas e ferramentas da abordagem ágil que geram grandes resultados para projetos de engenharia.


Quiz de fixação

Teste o seu aprendizado. Escolha uma alternativa para as perguntas a seguir:

1. Qual das seguintes opções melhor define a gestão de projetos de engenharia?

Correct! Wrong!

2. Como são traduzidos os termos "Design" e "Project" para o português, respectivamente?

Correct! Wrong!

3. O que caracteriza um projeto com uma abordagem preditiva?

Correct! Wrong!

4. Qual dos seguintes NÃO é um método associado à abordagem ágil?

Correct! Wrong!

Conceitos básicos de gestão de projetos para engenheiros
Wow! Acertou tudo. Parabéns pelo aprendizado 👏👏👏🎉🎉🎉

Anderson Ferreira

Anderson Ferreira é engenheiro mecânico pela PUC Minas, MBA em gestão de projetos pela USP, certificado como PMP pelo Project Management Institute, Mestre em Engenharia pela UFMG e certificado PMO-CP pela PMO Global Alliance. Anderson ama a gestão de projetos e engenharia, e acredita que unindo esses dois conhecimentos podemos construir um Brasil cada vez melhor.